8.1.08

Se ainda não passei por cá foi por falta de tempo. Um bom ano a todos :)
Com o blog online desde o inicio de abril, conseguimos reunir 42 historias e mais de 18.000 visitas. Continuo a ter a certeza que este numero de testemunhos não
é minimamente representativo e gostava muito que o fosse. Mas lá haveremos de chegar.
Queria agradecer mais uma vez a todos os que contribuíram para que a minha ideia se concretizasse e, para alem de já termos sido referidos no JN estivemos na Antena 1, com o Pedro Rolo Duarte.
Eu, como eterna insatisfeita acho que a entrevista não correu muito bem, timidez, nervosismo, gosto mais de escrever do que falar, mas o importante
é que o GAP esta a ser noticia, seja para reunir mais historias ou para evidenciar a situação dos licenciados Portugueses.
Continuem a divulgar o GAP e nunca deixem de descobrir o mundo.

8 comments:

CresceNet said...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my site, it is about the CresceNet, I hope you enjoy. The address is http://www.provedorcrescenet.com . A hug.

Alex Figueira said...

Olá a todos, um Feliz Ano novo com os melhores desejos.
Tive a oportunidade de ouvir a entrevista que fizeram à Maria na Antena 1 através do PodCast e achei muito porreiro que o entrevistador tivesse referido várias passagens dos textos que por cá foram publicados. Senti-me ligeiramente ofendido pela referência feita ao meu texto em particular, alegando um suposto comodismo da minha parte pelo facto de eu ter referido que voltar a Portugal estaria fora de questão "pelo menos até a minha geração conseguir levar avante uma verdadeira revolução dos costumes...", tendo o jornalista questionado a legitimidade da minha atitude de sair do país e deixar os outros endireitá-lo pra então depois voltar.
Aproveito a oportunidade para esclarecer que aquilo de voltar foi mesmo só uma referência hipótetica, porque eu não tenho mesmo vontade alguma de voltar ao país. Quando falei nessa eventual "revolução" foi para que se faça justiça ao tal "talento" dos muitos jovens, com licenciaturas e sem elas, que o país teima em desprezar. A minha justiça eu já a encontrei cá. Rejeito vivamente as ideias do "desertor" ou "traidor", que pra alguns dos que por lá ficam resulta a maneira mais imediata de olhar para nós, os que tivemos a coragem de procurar uma coisa melhor. Não acredito em nacionalidades e muito menos em passaportes. No meu caso concreto, primeiro sou músico e só depois português.
Ao senhor Pedro Rolo Duarte quero então responder, com todo o respeito que merece, com a seguinte metáfora:
Imagine o Sr que tem um emprego na camada mais baixa duma má empresa, onde não tem grandes perspectivas de futuro, onde lhe pagam mal, ou simplesmente não lhe pagam, e onde o único mérito que conta são as pessoas que o Sr possa vir conhecer nas posições mais altas desta. Surge então a hipótese de o Sr mudar para um emprego numa boa empresa, onde tem oportunidades à vista, ganha o suficiente para não ter de viver com os seus pais e poder realizar várias das suas aspirações pessoais e onde sabe que pode chegar a algum lado se realmente se esforçar. Neste cenário, o Sr mudaria de emprego ou ficaria na má empresa, com a esperança de poder chegar algum dia a mudá-la?

Cumprimentos,

Alex Figueira.

Maffa said...

Feliz ano Novo e parabéns pelo blog! Eu estou quase quase a escrever o meu testemunho!

Achigã (Filipe Ferreira da Silva) said...

Olá,

Eu estou triste, enviei por duas veze so meu testemunho e ele nunca foi publicado.

Será que a Áustria é parte de Portugal?

Sinapse said...

Parabéns! :))

P.J. said...

Ola', parabens pela entrevista.

Eu ate' pensei que o Pedro Rolo Duarte te ia perguntar "se nao achavas que estavas a contribuir para a pobreza do pais"...
lol
Pois pelos vistos o teu blog ja' foi acusado disso...

@Alex: nao te sintas mal, um colega meu ha' 3 anos saiu de Portugal e disse:
"Portugal ha-de sempre ser um pais para os bifes passarem ferias. Nao fiques ai' para fechar a porta e apagar a luz"...
Passado 3 anos, penso que pelo menos durante mais 15 ou 20 anos vai ser assim... Ha' quanto tempo aderimos 'a UE?
E' sabido que Portugal e' um pais que tradicionalmente resiste 'a mudanca...
Portanto nao me admira ver paises que aderiram 'a UE ha' 3 anos ja' nos terem ultrapassado...
"E' a vida!" (lol)

Dalaiama said...

Olá! Gostaria muito de ouvir esta entrevista. Procurei através do link sugerido mas não a consegui encontrar... Se possível, agradeço que me envies o link directo para ddalaiama@gmail.com
Obrigado.
De minha parte, tenho duas amigas também licenciadas em Belas-Artes que emigraram. Vou lhes transmitir este blog. Pode ser que desejem contribuir. (Qualquer dia também eu evaporo da nação rectangular!)
Felicidades!

Anonymous said...

mindthisgap.blogspot.com is very informative. The article is very professionally written. I enjoy reading mindthisgap.blogspot.com every day.
payday loans toronto payday