4.11.07

"Precários: Vidas na corda bamba", é hoje o tema de domingo do JN. O Mind this GAP está lá referido assim como outros blogs como o Ferve, Vidas Precárias, Precários Inflexíveis, Exige Arquitectura, Salta. Parece-me uma falha não haver referencia aos links destes movimentos.
A jornalista Alexandra Figueira fez uma tradução " a letra" do nome deste blog. O que me deu vontade de vir aqui explicar o sentido do nome. Traduzido como "Cuidado com os Graduados que Abandonam Portugal" penso que perde todo o sentido. Com o Mind pretendo dizer Atenção. O GAP, para além de ser a abreviatura de Graduados Abandonam Portugal, significa também uma Falha (um buraco). Uma chamada de atenção para uma falha grave em Portugal. O "cuidado com" não me pareceu bem aplicado.
Segundo a noticia h
á milhão e meio de trabalhadores precários, so receio que o texto não tenha tanta peso quanto esse número.
Obrigada Alexandra pela divulgação deste blog.

3 comments:

sushi lover said...

Tens razão! Assim parece que estão todos "aí fora" a congeminar uma qualquer vingança! Cuidado, eles vêm aí!

Atenção é certamente o sentido mais correcto.

É, apesar disso, importante que a comunicação social dê atenção a estas questões!

purita said...

"mind the gap" é o aviso/alerta usado nas estações de combóio e metro para avisar que por vezes entre a plataforma e a carruagem pode haver uma distância significativa e quem não vê arrisca-se a cair!

ps. mind THIS gap é o exemplo de um nome muitissimo bem escolhido!

Diogo em Macau said...

sim, o nome é brilhante! não confundir com a tal conspiração dos tugas expats... eheheh