10.6.07

Ana Campos, Engenheira de Sistemas e Informática. Shanghai, China
Como muitos destes testemunhos, a minha aventura começou numa experiência Erasmus, no norte da Holanda. Seis meses na Universidadede Groningen que se estenderam em mais seis, num estágio numa empresana mesma cidade. Durante esse ano morei com pessoas de todo o mundo e aprendi mais do que em qualquer outro. E percebi que, como alguém dizia ,"Home is where the heart is".
Depois de um ano na Holanda (eu) e 9 meses nos Estados Unidos (o namorado), achamos que o rumo era a Ásia, desta vez juntos. Enviamos currículos, fizemos entrevistas à distância, investigamos, tiramos notas, abrimos mil e uma vez o google earth, na tentativa de percebera geografia de uma cidade distante. Escolhemos Shanghai porque nos atraiu o potencial da maior cidade da china, que combina o dinamismo de uma mega-metrópole e a diversidade da cultura chinesa.
Não viemos por falta de emprego em Portugal, ou motivados por questões financeiras. Viemos para fugir da rotina que se acomoda naqueles que ficam por território seguro e conhecido. Viemos pela diferença, pelo choque cultural, pelos cheiros e sabores, pelas coisas que não se aprendem nos livros ou na semaninha de férias no estrangeiro. Viemos para fugir ao crédito à habitação, ao carro pago às prestações, às pequenas coisas que nos amarram aos sítios de onde nunca mais temos coragem de sair.
Por isso em Abril embarcamos num avião e cá estamos, felizes e empregados, a descobrir aos poucos uma cidade nova. Daqui a uns anos, quando nos fartarmos ou quando nos picar outra vez o bichinho (ou as saudades) e nos mudarmos para outro continente, volto a escrever outra entrada. Até lá!

13 comments:

Allways the hours said...

Adorei o post, sem duvida uma grande verdade. Fugir ao comum de da vida quotidiana, ao empréstimo para a vida, aos domingos no colombo, etc. Enfim fugir ao estilo de vida que se vive na maior metropole portuguesa....
Quem sabe se um dia não tenho a coragem de fazer o mesmo, de qualquer forma mto obrigado pelo testemunho.

Jorge said...

Magnífico blog. Grande ideia!

bettips said...

Uma ideia óptima, abrindo horizontes. Os testemunhos são importantes e quem sabe, ajudando outros. Parabéns pela ideia e muitas felicidades a todos. Que um dia "queiram" regressar para um mundo melhor! Abçs

Rainha das cores said...

magnifica ideia para blog sem duvida, e magnifica experiencia!
gostaria de estar a relatar uma semelhante daqui a uns tempos...

Era uma vez um Girassol said...

Este veio dar razão ao que eu tenho dito de algum tempo para cá...
Os jovens licenciados estão a sair de Portugal...só Portugal é que perde!
As minhas filhas também saíram, para o Luxemburgo e Macau.
Felizmente para elas.
Os meus parabéns por este blogue, por dar a conhecer uma realidade, por confrontar os portugueses, principalmente os seus políticos, com uma verdade bem estampada nas histórias narradas.
A de querer vencer, sem medo, fora do país, demonstrando que afinal os jovens portugueses licenciados, têm capacidade e competência de ocupar o lugar que merecem no estrangeiro.
Felicidades para todos.
Uma mãe, saudosa das suas filhas emigrantes, mas feliz por se terem aberto portas mágicas para elas!
Um abraço

Fugitiva said...

Os portugueses vivem encostados aos decobrimentos. O certo é que se esquecem que se há 500 anos alguns tiveram a bravura de ir decobrir o mundo, hoje também a têm, e é ainda mais fácil ir à aventura.

Ana Campos, se não tivesse namorado, teria ido sozinha para tão longe?

ana said...

Olá fugitiva. Não tenho a certeza, mas hoje sei que a China não é doce, e não é para se fazer a solo.

O mais certo era ter ficado pela Holanda mais uns tempos e preparado uma ida para outro lado (mas um lado mais fácil que a China, provavelmente) com calma, peso e medida.

Ariana said...

Estou neste momento a fazer Erasmus em Leuven na Bélgica. Estou já na recta final, mais duas semanas e estou de volta a Portugal.
Apesar de ainda ter mais um ano em Coimbra para completar o curso, entendo perfeitamente tudo o que foi escrito aqui.
Erasmus alarga realmente os horizontes e tal como já foi referido, a ideia de ficar presa aos créditos, aos shoppings e tudo o mais assusta-me imenso.
Apesar de continuar a gostar muito do nosso país, quero voltar a viver no estrangeiro depois de acabar o curso, nem que seja apenas por uns anos.
Parabéns pelo blog, excelente ideia.
Felicidades para todos!

jdias said...

escrevi um comment num outro post que saí de portugal não pelas condições que são aqui referidas (créditos habitação e automóvel, horizontes curtos, sempre sempre mais do mesmo num quotidiano cinzento!), mas também!

as minhas maiores motivações para ter saído para o exterior são endógenas, mas de facto, portugal neste momento não apresenta nada para as resfrear!

voltarei dentro de 6 semanas, fico por lá mais 5 e vou descobrir a argentina e o chile até ao natal!

oxalá tenha poiso para trabalhar fora de portugal em janeiro quando voltar ao activo!

Anonymous said...

Olá portugueses! O meu nome é Eduarda, portuguesa também, professora de Educação Física e com uma proposta nas mãos de ir dar aulas para Shanghai:) Disposta a aceitar, embora com algum medinho pelo meio, confesso, estou apenas a acertar os últimos pormenores, para depois sim, embarcar nesta grande viagem rumo ao desconhecido:)! Gostaria de saber se poderíamos trocar e-mails para quem sabe, nos encontrarmos:).. o meu é eduardareispinto@hotmail.com.. Um bjnh e até à vista;)

Anonymous said...

Ola a todos.chamo-me Isabel tenho 39 anos e encontrei este blog por uma feliz coincidencia e como tal decidi deixar o meu testemunho. Estou na Holanda desde 2001 e...so me arrependo de nao ter vindo mais cedo. Sempre quis sair de Portugal pois nunca consegui acompanhar a maneira de pensar, de viver,da mentalidade deixa para amanha o que podes fazer hoje, do diz que disse, da galinha da vizinha e melhor do que a minha e por ai fora! Tenho um bom emprego, um contracto permanente(coisa que nao existe me Portugal) apos 1 ano de trabalho(sim aqui dao valor a quem trabalha e nao precisamos de ter medo de ter mais de 30 anos), uma casa comprada sozinha a 8 meses atras, um filho lindo e...Portugal so mesmo de ferias e porque os meus pais estao a viver la.
Gosto da vida que vivo, desta terra cheia de verde, da lingua estranha que ainda nao domino(o facto de falar 4 linguas e de trabalhar numa empresa internacional poupa-me ao castigo do holandes..mas ando a estudar)
A qualidade de vida que tenho neste momento nao a troco por nada(nem por uma feijoada ou pasteis de nata).

Um bem haja a todos

Isabel

Anonymous said...

Ola a todos.chamo-me Isabel tenho 39 anos e encontrei este blog por uma feliz coincidencia e como tal decidi deixar o meu testemunho. Estou na Holanda desde 2001 e...so me arrependo de nao ter vindo mais cedo. Sempre quis sair de Portugal pois nunca consegui acompanhar a maneira de pensar, de viver,da mentalidade deixa para amanha o que podes fazer hoje, do diz que disse, da galinha da vizinha e melhor do que a minha e por ai fora! Tenho um bom emprego, um contracto permanente(coisa que nao existe me Portugal) apos 1 ano de trabalho(sim aqui dao valor a quem trabalha e nao precisamos de ter medo de ter mais de 30 anos), uma casa comprada sozinha a 8 meses atras, um filho lindo e...Portugal so mesmo de ferias e porque os meus pais estao a viver la.
Gosto da vida que vivo, desta terra cheia de verde, da lingua estranha que ainda nao domino(o facto de falar 4 linguas e de trabalhar numa empresa internacional poupa-me ao castigo do holandes..mas ando a estudar)
A qualidade de vida que tenho neste momento nao a troco por nada(nem por uma feijoada ou pasteis de nata).

Um bem haja a todos

Isabel

Anonymous said...

intiresno muito, obrigado